sábado, 13 de março de 2010

JURAM POR HIPÓCRATES


Após sete longos anos, a Universidade Estadual do Ceará orgulha-se por apresentar à sociedade cearense 36 novos médicos artesanalmente fabricados, tal qual uma obra de arte, por um curso de Medicina que reconhece muito além do seu essencial compromisso de tecnicamente bem preparar seus profissionais: vê a importância da integração universitária, do exercício da cidadania e da formação de líderes e gestores aptos ao trabalho transformador nas políticas públicas de saúde.

Muito, no entanto, foi necessário para que a UECE, uma universidade até poucos anos tratada em um regime de parcos recursos, pudesse neutralizar os déficits de financiamento e bem graduar sua segunda turma de jovens médicos. A Turma Prima, graduada há quase que exato um ano, mostrou-se ousada e vitoriosa: além dos elogios que arrecadou durante o internato nos principais hospitais cearenses, tem quase todos os seus filhos empregados ou ingressos na residência médica, cujo índice de aprovação excedeu os 70%. A receita do sucesso merece, portanto, ser compartilhada entre os mestres, que, pouco a pouco, foram se somando ao pequeno grupo inicial de docentes, e os alunos, que, mesmo contrariando a tendência dos cursinhos pré-universitários em emanar esforços e interesses unicamente à nossa congênere federal, foram corajosos e, concomitantemente, crédulos de que poderiam receber uma formação médica digna aos olhos de Hipócrates.
Os anos foram longos, assim como os desafios que ladrilharam os caminhos de um jovem curso de Medicina nascido sob olhares de receio. Pouco se cria que a UECE, tão maltratada em décadas anteriores, poderia ser capaz de corresponder aos anseios de preparadíssimos jovens que se digladiavam em concorrido concurso vestibular, que, por várias edições, beirou a concorrência de 70 candidatos por vaga. A UECE, no entanto, venceu os olhares de receio e hoje se porta hígida às mais usuais comparações: já conquistou a segunda colocação nacional no ENADE do ano de 2005, feito similar obtido em 2007, quando da conquista da terceira posição nacional. Recebeu ainda reforço de mais docentes que hoje somam esforços a um time de 90% de mestres e doutores e aos recentemente instituídos professores de práticas médicas. O trunfo do curso médico ueceano vai além: trabalha hoje na perspectiva da pós-graduação, recebe recursos para infraestrutura e solidifica ainda mais o intercâmbio de ensino e pesquisa aos hospitais públicos estaduais, hoje concebidos como hospitais universitários da UECE.
Que os novos profissionais oriundos do seio acolhedor ueceano possam se lembrar das noites insones dos que trabalharam no embrião desse curso de Medicina, do primeiro paciente com que conversaram, dos mestres atenciosos e dedicados com que aprenderam, do primeiro e receoso plantão que deram, das aulas emocionadas que tiveram, dos amores que sentiram, das lágrimas que derramaram, das ansiedades que presenciaram, das páginas que estudaram e, sobretudo, do compromisso que selaram com Hipócrates em nome da Medicina, que agora, ainda mais apaixonados, carregam-na no peito.
João Brainer Clares de Andrade
Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Ceará


* Publicado In: O Povo, de 13/03/10. Jornal do Leitor. p.3.

3 comentários:

CM disse...

Prof. Marcelo,

Receba minhas felicitações pela passagem do seu aniversário(13/03), com votos de uma vida longa e feliz, ao lado dos seus familiares e amigos.

Aproveito para agradecer todo o apoio que me é concedido desde o ingresso no Curso de Medicina da Universidade Estadual do Ceará, bem como todo o empenho dispensado na construção deste Curso.

Admiro muito o senhor, Prof. Dr. Marcelo Gurgel e desejo-lhe muita felicidade e ainda mais sucesso em sua vida.

Carlos MÁRCIO Melo de Matos
Acadêmico de Medicina da Universidade Estadual do Ceará(UECE)
e membro do Centro Acadêmico Joaquim Eduardo de Alencar(CAJEA)

Milena Façanha disse...

Prof. Marcelo, adoro seu blog, sempre tô por aqui, alterno entre ele e o Big Brother, uhauahauh. ;)
Ahh, vi que hoje é seu aniversário, por isso gostaria de parabeniza-lo, e dizer que foi um prazer enorme ser sua aluna. Obrigada por fazer parte da familia MedUECE!

Marcelo Gurgel disse...

Caros Milena e Carlos Márcio,

Muito obrigado pelos parabéns e pela manifestação de apreço por este calejado professor.
A satisfação de ter alunos, como vocês, dá-me ânimo para prosseguir formando novas gerações de médicos.
Abraços.

Marcelo Gurgel

 

Free Blog Counter
Poker Blog