segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

CONVITE: Relançamento do livro “Ideias Médicas Contemporâneas”



A Coordenadora do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Ceará, Profa. Dra. Denise Carvalho, convida para o relançamento do livro “IDEIAS MÉDICAS CONTEMPORÂNEAS: crônicas e ensaios”, obra de autoria do médico e professor Marcelo Gurgel Carlos da Silva, que será apresentada pelo próprio autor.
Esse evento integra a programação comemorativa dos 15 anos de fundação do curso médico da UECE.
Data: 11 de dezembro de 2017 (segunda-feira).
Horário: 16h.
Local: Auditório Paulo Petrola, da Reitoria da UECE, em Fortaleza-CE.
Traje: Esporte fino.

CONVITE: Posse de novos sócios e confraternização natalina da Sobrames/CE - 2017


A Diretoria da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores – Regional Ceará convida para a Posse de novos sócios e confraternização natalina da Sobrames/CE de 2017.
A saudação aos novos empossados será feita pelo escritor, ex-secretário de Saúde do Estado do Ceará e médico Dr. Raimundo José Arruda Bastos e o discurso de agradecimento dos novos sobramistas será proferido pela também escritora e médica Dar. Paula Tôrres Costa, professora da Universidade Federal do Ceará.
O espírito natalino estará presente na seleção de músicas executadas pela violinista Rejane.
Local: Auditório térreo da Unichristus – Unidade Parque Ecológico.
Av. Padre Antônio Tomás, 3.404 - Cocó.
Data: 11 de dezembro de 2017 (segunda-feira) Horário: 19h30.
Traje: Esporte fino.
Após o evento será servido um coquetel patrocinado pela Unichristus.

domingo, 10 de dezembro de 2017

VOCÊ SABIA ISTO SOBRE A IGREJA CATÓLICA?


Muitas pessoas não sabem que a Igreja Católica é a maior Instituição caritativa do planeta. Se a Igreja Católica saísse da África 60% das escolas e hospitais seriam fechados. Quando a epidemia de AIDS estourou nos EUA e as autoridades não sabiam o que fazer eles chamaram as freiras da Igreja para cuidar dos doentes porque ninguém mais queria fazê-lo.
No Brasil, até 1950, quando não existia nenhuma política de saúde pública eram as casas de caridade da Igreja que cuidavam das pessoas que não tinham condições de pagar um hospital.
A Igreja Católica mantém na Ásia: 1.076 hospitais; 3.400 dispensários; 330 leprosários; 1.685 asilos; 3.900 orfanatos; 2.960 jardins de infância.  Na África: 964 hospitais; 5.000 dispensários; 260 leprosários; 650 asilos; 800 orfanatos; 2.000 jardins de infância.  Na América: 1.900 hospitais; 5.400 dispensários; 50 leprosários; 3.700 asilos; 2.500 orfanatos; 4.200 jardins de infância. Na Oceania: 170 hospitais; 180 dispensários; 1 leprosário; 360 asilos;60 orfanatos; 90 jardins de infância. Na Europa: 1.230 hospitais; 2.450 dispensários; 4 Leprosários; 7.970 asilos; 2.370 jardins de infância.
Ainda falam que a *IGREJA CATÓLICA* não faz nada para o povo independente de religião.
Fonte: Internet (circulando por e-mails e i-phones sem autoria definida).

Homenagem Assembleia Legislativa do Ceará ao Curso de Medicina da UECE


Na noite de sexta-feira última, dia 8/12/2017, por inciativa do Deputado Estadual Elmano Freitas, a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará realizou sessão solene em homenagem ao Curso de Medicina da Universidade Estadual do Ceará
Figurei entre os Homenageados, recebendo um Certificado, datado de 8 de dezembro de 2017, oferecido pela “Assembleia Legislativa do Estado do Ceará”, com os seguintes dizeres: “A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará homenageia o doutor Marcelo Gurgel, pelo transcurso dos quinze anos de fundação do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Ceará”.
Por indicação da Coordenadora do Curso, Profa. Denise Carvalho, fui o responsável pelo discurso de agradecimento dos homenageados nessa solenidade de entrega.
Prof. Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Docente do Curso de Medicina-Uece

sábado, 9 de dezembro de 2017

CONVITE: Natal e Celebração Eucarística da SMSL - Dezembro/2017


A Diretoria da SOCIEDADE MÉDICA SÃO LUCAS (SMSL) convida a todos para participarem da Celebração Eucarística do mês de DEZEMBRO/2017, que será realizada HOJE (9/12/2017), às 18h30min, na Igreja de N. Sra. das Graças, do Hospital Geral do Exército, situado na Av. Des. Moreira, 1.500 – Aldeota, Fortaleza-CE.
Na ocasião será também conduzida a confraternização natalina da SMSL.
CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS!
MUITO OBRIGADO!
Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Da Sociedade Médica São Lucas

NOTÍCIA DA FORMATURA DA TURMA DE 1947 DA FACULDADE DE DIREITO DO CEARÁ


OS NOVOS BACHARÉIS DE DIREITO
 “Colaram grau, ontem, os novos bacharéis do Ceará” 

“Revestiu-se de brilhantismo excepcional a solenidade de colação de grau dos bacharelandos de 1947 da Faculdade de Direito do Ceará, verificada, à noite de ontem, no Teatro José de Alencar.
A sessão, que foi presidida pelo governador Faustino de Albuquerque e teve início exatamente às 20 horas, contou com numerosa assistência, destacando-se a presença de figuras de nossas esferas culturais.
Os oradores
Todos os detalhes da sessão solene de ontem, no Teatro José de Alencar, foram irradiados pela P.R.E.9.
Falaram, durante a solenidade, o dr. Álvaro Costa, paraninfo da turma, e o bacharel Mário Barbosa Cordeiro, orador oficial da turma.
O dr. Perboyre e Silva leu uma mensagem do dr. Sobral Pinto, endereçada aos novos advogados do Ceará, dos quais foi patrono.
A solenidade foi encerrada com o Hino Nacional, tocado pela banda de músicas da Força Policial do Estado”.
Fonte: Notícia publicada no jornal O POVO de 09-12-1947. Reproduzida em SILVA & ADEODATO: Dos canaviais aos tribunais: a vida de Luiz Carlos da Silva.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

SETENTA ANOS DA TURMA DE 1947 DA FACULDADE DE DIREITO DO CEARÁ


Em 8/12/1947, o Theatro José de Alencar engalanou-se para abrigar a solenidade de Formatura da Turma de 1947, da FACULDADE DE DIREITO DO CEARÁ, que teve por lema a citação em latim OPUS JUSTITIÆ PAX (A Paz é obra da Justiça).
A turma escolheu o Dr. Sobral Pinto, como Patrono, e o Dr. Álvaro Costa, como Paraninfo. Homenagem especial foi conferida aos Drs. Mateus Coutinho, Perboyre e Silva e Aderbal Freire. Houve também menção de reconhecimento ao Diretor, Dr. Otávio Lobo, e ao Secretário, Dr. João Pinto, e uma homenagem póstuma ao Dr. Mozart Pinto.
A mesma oportunidade valeu para homenagear os Drs. Andrade Furtado, Vicente P. Pessoa, Omar Paiva, Ibiapina Siqueira, Magdaleno Girão e Martins Filho e o Inspetor de Alunos, Sr. Luiz Pereira Souza.
Mário Cordeiro foi o orador da turma. Também foi prestada uma homenagem póstuma ao colega Pedro Pompeu Freitas, falecido antes do término do curso.
De acordo com o quadro de formatura, com os nomes reduzidos, os BACHARÉIS DE 1947 foram: Adamir Alencar (Ceará), Aldenor Freire (Pará), Alencar Monteiro (Ceará), Aluisio Barroso (Ceará), Amauri Fernandes (R.G.do Norte), Aristides Ribeiro (Ceará), Arruda Furtado (Ceará), Artur Benevides (Ceará), Dante Vieira (Ceará), Jefferson Quezado (Ceará), Ernesto Serra (Ceará), J. Josino da Costa (Ceará), Lourival Banhos (Ceará), Luiz C. da Silva (Ceará), M. Airton Silva (Ceará), Maria Alice Santos (Ceará), Mário Cordeiro (Ceará), Nerina Falcão (Ceará), Osmar Moura (Piauí), Rdo. Gomes Silva (Ceará), Rdo. Silva Cavalcante (Ceará), Wellington Godinho (Ceará).
A turma possuía apenas três mulheres: Adamir Alencar, Maria Alice Santos e Nerina Falcão. Do grupo, apenas três concludentes não eram procedentes do Ceará.
Da turma, ao que constavam, estavam vivos e comemoraram os sessenta anos de formatura, os Drs. Adamir Peixoto de Alencar, Artur Eduardo Benevides, Ernesto Aguiar Serra, Francisco de Assis Arruda Furtado, Manuel Airton da Silva, Maria Alice Barros dos Santos, Mário Barbosa Cordeiro, Nerina Rodrigues Falcão, Osmar de Freitas Moura, Raimundo Gomes da Silva e Raimundo Silva Cavalcante.
Agora, dez anos passados, quando alguns retornaram à Morada Eterna, a exemplo de Artur Eduardo Benevides e Francisco de Assis Arruda Furtado, restam poucos sobreviventes, todos nonagenários, para relembrarem daquela magna noite, acontecida há exatos setenta anos.
Fizera parte dessa turma, o nosso genitor, Dr. Luiz Carlos da Silva, que participou das festividades alusivas aos jubileus de prata e de ouro da formatura; porém, faleceu quando contava com 53 anos de formado, acumulando mais de cinquenta anos de prática advocatícia.
Marcelo Gurgel Carlos da Silva
* Texto baseado em artigo publicado. In: O Povo, Jornal do Leitor, de 12 de junho de 2010. p.3.
os

Eventos da X Turma de Medicina da UECE - 2017


A partir desta semana, transcorrem alguns eventos comemorativos da Turma Prof. Pedro Braga Neto, a décima turma de médicos da Universidade Estadual do Ceará.
Eis a programação oficial traçada:
1) Dia 8/12/17 (sexta-feira), às 15h, no Auditório Paulo Petrola na Universidade Estadual do Ceará, a Colação de Grau.
2) Dia 12/12/17 (terça-feira), às 9h, na Coordenação do Curso de Medicina/UECE, o Descerramento de Placa.
3) Dia 13/12/17 (quarta-feira), às 19h, na Assembleia Legislativa do Ceará, a Noite de Hipócrates. (Aberta aos formandos, familiares e convidados em geral).
4) Dia 14/01/17 (quinta-feira), às 20h, na Igreja de Fátima (Av. 13 de Maio - Fátima), a Missa em Ação de Graças.
5) Dia 16/12/17 (sábado), às 22h, no La Maison Coliseu – Bairro Dunas, o Baile de Formatura. (Acesso restrito mediante convites).
Prof. Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Docente do Curso de Medicina-Uece

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

TEMPO & ETERNIDADE


Pedro Henrique Saraiva Leão (*)
Há muito repito ser a Academia Cearense de Letras a mais antiga do Brasil, pois antecipou-se em três anos à sua congênere brasileira. Como todas entidades semelhantes, sobrevive não mercê do poder público (geralmente indiferente), mas graças às benesses do setor privado, por meio de seus eventuais mecenas. Essa denominação homenageou, na Roma Imperial, Caius Mecenas (68 a.C. – 8 a.C.), notabilizado como patrono dos artistas, literatos, da cultura enfim. Com idêntica sensibilidade, tivemos no Ceará, nos idos de 1957, um clarividente deputado estadual, o advogado Perilo Teixeira, autor do projeto de Lei 3586 (06/12 daquele ano), beneficiando a Academia Cearense de Letras e o Instituto Histórico Geográfico e Antropológico do Ceará.
Quase seguramente por falta de ressonância eleitoral, o projeto foi logo arquivado. A ideia de uma sede própria para a ACL fora sonhada e cerebrada por Justiniano de Serpa, presidente do Estado em 1926, mas também arquivada pelo seu falecimento no ano seguinte. O aludido sonho quedou postergado (permaneceu adiado) por mais de meio século (53 anos) quando, em 13/XI/1989, o governador Tasso Jereissati doou o Palácio da Luz (Rua do Rosário, 1) à Academia Cearense de Letras como sua sede definitiva (Lei 11637/1989).
Vale ressaltado que Tasso Jereissati, nosso benfeitor mor, e sócio honorário, hoje novamente senador, é bisneto de José Carlos da Costa Ribeiro Jr., um dos fundadores da ACL. A ele foi outorgada, em 2010, a Medalha Cláudio Martins, criada por mim àquela época. Quando tive a honra de presidir esta Casa (2009-2012), fomos aquinhoados, vez primeira (Governo Cid Gomes), da Lei 14905 (24/4/2011), consoante publicação do D.O. de 24/10/2011. Aludido provimento obrigava o Estado a custear a manutenção anual desta entidade.
Contudo, “forças (nem tanto) ocultas” restringiram (limitaram) a duração dessa Lei para um ano apenas. “Hélas!” Malgrado o costumeiro arrecife de vicissitudes (alternâncias, percalços) inerentes a atividades desta natureza, no Brasil, a Academia Cearense de Letras vem, altaneira, singrando nossos verdes mares. Qual o clássico de Felini “E la nave va”. Na locução que proferi saudando-a por seus 118 anos (In Revista da Academia Cearense de Letras, vol. 117, no 73, 2012) – afirmei ser de mister “rappeler” (lembrar), à maneira dos franceses, algo discordando do escritor português (Prêmio Camões de Literatura, 1992) Vergílio Ferreira, para quem o esquecimento é o destino da vida. Assim, em novembro de 2012, com precedência, ali homenageamos, reconhecidamente o então chanceler da Unifor, Airton Queiroz, conferindo-lhe a Medalha Barão de Studart.
No dia 16 de agosto pretérito, a ACL comemorou seu 123º aniversário de fundação. O elóquio (locução, discurso) oficial omitiu esses dois fatos históricos, agora aqui lembrados, em respeito àquela distinta plateia. Aliás, “o memorialista conta o que quer; o historiador conta o que sabe”, conforme feliz observação do notável cearense Juarez Távora.
Reconhecemos, contudo, serem traiçoeiras as nominatas, e não aconselhável traí-las, destarte evitando desinteirar a verdade. Naquela noite soleníssima, tentou-se matar algum tempo, mas feriu-se a eternidade. Pois.
(*) Professor Emérito da UFC. Titular das Academias Cearense de Letras, de Medicina e de Médicos Escritores.
Fonte: O Povo, 11/10/2017. Opinião, p.10.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Exame de Qualificação em Saúde Coletiva (UECE) de Ana Vilma Leite Braga



Flagrante da banca com a mestranda, logo após o Exame de Qualificação da enfermeira Ana Vilma Leite Braga. Natália está ladeada pelos professores Marcelo Gurgel Carlos da Silva, à esquerda, e por Maria Rocineide Ferreira da Silva e Antônio Rodrigues Ferreira Junior, à direita. (Foto cedida pela mestranda).
Aconteceu na manhã de ontem (5/12/17), na Universidade Estadual do Ceará, o Exame de Qualificação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPSAC) da UECE.
A banca examinadora, composta pelos Profs. Drs. Marcelo Gurgel Carlos da Silva, Antônio Rodrigues Ferreira Junior, Maria Rocineide Ferreira da Silva e Ilse Maria Tigre de Arruda Leitão (suplente), aprovou o Projeto de Dissertação “ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA GESTÃO DO PROCESSO DE TRABALHO NO SERVIÇO DE VACINAÇÃO: um estudo de método misto”, apresentada pela mestranda e nossa orientanda Ana Vilma Leite Braga.
Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Professor do PPSAC-UECE

Sessão Remêmora da Academia Cearense de Medicina - 2017


A Diretoria da Academia Cearense de Medicina convida para a quarta Sessão Remêmora do Sodalício, na qual serão prestadas homenagens póstumas aos confrades que faleceram no corrente ano.
As saudações aos homenageados serão feitas pelos seguintes confrades:
Ac. Vladimir Távora Fontoura Cruz – Paulo de Melo Machado (centenário)
Ac. Sérgio Gomes de Matos – Newton Teófilo Gonçalves (centenário)
Ac. José Eduilton Girão – Carlos Alberto Studart Gomes (centenário)
Ac. João Martins de Sousa Torres – Antônio Ribeiro Filho (in memoriam)
Aca. Ana Margarida Rosemberg – Leopoldo Farias de Moura (in memoriam)
Ac. Marcelo Gurgel Carlos da Silva – Viliberto Cavalcante Porto (in memoriam)
Ac. Paulo Eduardo Garcia Picanço – Elita Maria Bezerra de Andrade Medeiros (in memoriam)
Local: Auditório da Pró-Reitoria de Extensão da UFC
Rua Paulino Nogueira, 315, térreo, Bloco III Telefone: 3223-2782 (ACM)
Data: Dia 6 de dezembro de 2017 (quarta-feira) Horário: 15 horas
Traje: Esporte fino

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

ECLESIASTES


Por Luiz Gonzaga Fonseca Mota (*)
A Bíblia, conforme especialistas, é o Texto mais vendido de todos os tempos; todavia, não sabemos se é o mais lido e interpretado. Consideramos o Livro mais sábio da literatura universal. É formada por centenas de páginas, escritas sob inspiração divina, abrangendo o Antigo Testamento (mostrando a história do mundo) e o Novo Testamento (apresentando os ensinamentos de Jesus Cristo). Todos os livros bíblicos destacam a importância das análises teológicas. Existem estudos controversos, no entanto para nós a Bíblia é a Palavra de Deus. É bom salientar que a Sagrada Escritura não pertence aos estudiosos, mas ao povo. Para reflexão, neste sucinto texto, gostaríamos de tecer poucos comentários sobre o livro do Eclesiastes, não que seja o mais importante, todos são significativos, porém em razão da empatia com o ser humano: “tudo é ilusão”. Na realidade na vida, apesar de tudo ter o seu tempo, insistentemente, corremos atrás do vento. Para quê? Por quê? Com vistas a buscarmos, cada vez mais, coisas materiais e/ou figurativas? Acreditamos ser mais relevante dividir do que acumular. Dividir para reduzir desigualdades, como também aumentar oportunidades e justiça. Eis, pois a saudável sabedoria. Por sua vez, “Neste mundo reparei o seguinte: no lugar onde deviam estar a justiça e o direito, o que a gente encontra é a maldade” (Ec 3, 16). A dor e o sofrimento mostram como evitar as decepções ou os tropeços, bem como valorizar a vida mediante o amor. Por fim, lembramos trecho de um belo pensamento de Florbela Espanca: “... sou uma desiludida cheia de ilusões...” e outro de Fernando Pessoa: “Pode ser que nos guie uma ilusão...”.
(*) Economista. Professor aposentado da UFC. Ex-governador do Ceará.
Fonte: Diário do Nordeste, Ideias. 10/11/2017.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

ENCONTRO DE CATÓLICOS COM RESPONSABILIDADES POLÍTICAS



Por Pedro Sisnando Leite (*)
Falando sobre o amor cristão, disse o sumo Pontífice Bento XVI: “A sociedade justa não pode ser obra da Igreja, deve ser realizada pela política. Mas, como ao mesmo tempo é uma tarefa humana primária, a Igreja tem o dever de oferecer sua contribuição específica para que as exigências da justiça se tornem compreensíveis e politicamente realizáveis”. Tais orientações serão analisadas em diálogo com todos aqueles que se preocupam seriamente com o ser humano e com o mundo. Devem participar pela via da argumentação racional e despertar forças espirituais sem as quais a justiça não pode prosperar (Deus Caritas est). A justa ordem da sociedade e do Estado é dever central da política, e esta é de natureza ética. Neste ponto, política e fé tocam-se. O papa nos indica com isso a importância da vida política e a necessidade da ação dos católicos na mesma.
O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) e a Pontifícia Comissão para a América Latina realizam, de 1º a 3 de dezembro, um Encontro em Bogotá (Bolívia) com a presença de parlamentares dessa região para darem continuidade aos debates desenvolvidos na V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe realizada em Aparecida (Br), em 2007. O Ceará está presente com a participação do deputado Carlos Matos (PSDB), sendo convidado especial entre os 70 parlamentares escolhidos pela Pontifícia Comissão para a América Latina.
O pensamento dominante dessa iniciativa está na proclamação do papa Francisco, que tem ressaltado que “a política é uma das formas mais elevadas da caridade, porque serve ao bem comum”. O Encontro de Católicos com Responsabilidades Políticas propõe-se, também, a estudar as formas mais eficazes de modalidades, estímulos e forças nas questões de dirigentes políticos entre os católicos.
Conclui-se, portanto, que na realidade deste continente há uma notável ausência, no âmbito político, de vozes de líderes católicos que sejam defensores da doutrina social da igreja. A pobreza aguda, a exclusão social e o relativismo ético também são preocupações que precisam dos compromissos dos políticos católicos.
(*) Economista e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e e membro do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico do Ceará.
Fonte: O Povo, de 1/12/2017. Opinião. p.11.

domingo, 3 de dezembro de 2017

CENSURANDO OS ANAIS


A Câmara Municipal de João Pessoa teve um dos seus momentos mais gloriosos ontem.
Discutia-se em plenário o grave caso de assédio sexual ocorrido na Rede Globo. O ator/galã José Mayer teria assediado uma figurinista e esta, que não gostou das investidas, botou a boca no mundo, contando tudo e mais um pouco. Pois bem, hoje, logo no início da sessão, a vereadora e eterna defensora dos direitos da mulher, Sandra Marrocos, assumiu a tribuna para fazer a defesa da inditosa jovem. Falou e expressou sua indignação e, por fim, leu o depoimento da jovem.
No depoimento, a moça conta que Zé Mayer deu em cima dela e, a certa altura, passou-lhe a mão na perseguida. Só que a moça falou o nome que todos conhecemos: “Ele passou a mão na minha buceta!!!”.
Sandra, que não gosta de alterar os textos sob sua leitura, leu 'buceta' do jeito que estava escrito. E como a buceta era repetida três vezes no texto, Sandra pronunciou a buceta nas três vezes em que se deparou com a palavra...
Foi aí que a vereadora Raissa Lacerda, presidente da sessão, ruborizou-se e ordenou:
- Peço para que seja retirada a palavra buceta dos anais!”
Antes, porém da ordem ser cumprida, ouviu-se lá das galerias o grito revoltado de Jacaré, folclórico e assíduo frequentador das sessões do Legislativo:
Oxente, que desmantelo é esse??? Quer dizer que aqui pode ter anais e não pode ter bucetais???!!!...”⁠⁠⁠⁠
A casa veio abaixo!!!
Fonte: Internet (circulando por e-mails e i-phones sem autoria definida).

CHAMANDO A POLÍCIA


- 190 Polícia, Boa noite!!!
- Sim. Boa noite!!! Aqui é da polícia
- Por favor, mandem alguém urgente, entrou um gato aqui em casa! É caso de vida ou morte!!!!!!!!!
- Mas como assim, um gato em sua casa???
- Um gato!!! Ele invadiu a minha casa e está caminhando na minha direção.
- Ele vai me matar! preciso de ajuda!!!!!!
- Mas como assim? Você quer dizer um ladrão que é gato?
- Não, imbecil! Estou falando de gato mesmo, desses que têm quatro patas, rabo, fazem miau, porraaaaaaaa !!! Vem depressa!!!
- Mas o que tem de mais um gato ir na sua direção?
- Ele vai me matar !!! Puta que pariu!!! Se vocês não fizerem nada, serão os culpados!!!
- Quem está falando.
- É o papagaio da casa.
Fonte: Internet (circulando por e-mails e i-phones sem autoria definida).

sábado, 2 de dezembro de 2017

FRASES E PENSAMENTOS DE SALVADOR DALI II


9 “A beleza assustadora e comestível da arquitetura Art Nouveau.”
10 “O Surrealismo é destrutivo, mas ele destrói somente o que acha que limita nossa visão.”
11 “Pintar é uma parte infinitamente minuta da minha personalidade.”
12 “Gostar de dinheiro como eu gosto, é nada menos que misticismo. Dinheiro é uma glória.”
13 “Deixem os meus inimigos devorarem-se uns aos outros.”
14 “Inteligência sem ambição é um pássaro sem asas.”
15 “A única diferença entre mim e um louco é que eu não sou louco.”
Fonte: gingaronline.com

FRASES E PENSAMENTOS DE SALVADOR DALI I


1 “A cada manhã que acordo, experimento novamente um prazer supremo – o da existência.”
2 “Desenhar é a integridade da arte. Não há possibilidade de fazer batota. Ou é bom ou é ruim.”
3 “As guerras nunca feriram ninguém a não ser as pessoas que morreram.”
4 “Aqueles que não querem imitar nada, não produzem nada.”
5 “Esta tragédia grandiosa a que chamamos arte moderna.”
6 “Só há uma diferença entre um louco e eu. O louco pensa que é sadio. Eu sei que sou louco.”
7 “Existem dias em que acho que vou morrer de uma overdose de satisfação.”
8 “O termômetro do sucesso é meramente a inveja dos fracassados.”
Fonte: gingaronline.com

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

RESUMO HISTÓRICO

Por Luiz Gonzaga Fonseca Mota (*)
A origem da moeda está relacionada com a evolução dos sistemas econômicos. A natureza dinâmica das atividades produtivas e as forças de mercado forçaram o surgimento da moeda. Os sistemas mais rudimentares caracterizavam-se pela ausência de trocas e consequentemente de moeda. Tendo-se, portanto, a chamada economia natural. As pessoas eram autossuficientes (tipo Robinson Crusoé, no romance de Daniel Defoe). Os níveis de poupança nulos, implicavam na estagnação daquelas comunidades. Como segundo tipo de sistema surgiu a economia de escambo, as trocas de bens eram realizadas diretamente, sem a existência de intermediários. Foi o início da especialização (divisão do trabalho). Apesar da evolução, a economia de escambo apresentava uma série de problemas, impedindo uma expansão mais acelerada da produção, tais como: indivisibilidade dos bens, coincidência de interesses, dificuldade de transportes, dentre outros. O terceiro tipo foi chamado de economia monetária, havia intermediários e, mais ainda, avançaram os processos de especialização (vantagens comparativas) e de geração de poupanças que seriam transformadas em investimentos. A moeda, nessa fase, assumiu duas formas distintas: moeda mercadoria (com valor intrínseco) e moeda fiduciária (com base na confiança). Observa-se que, ao longo do tempo, ocorreu uma desmaterialização da moeda. Ademais, se, de um lado, a moeda permitiu o desenvolvimento das atividades produtivas e do emprego, de outro, vem sendo um instrumento de preocupação em razão da ganância e da especulação de agentes econômicos.
(*) Economista. Professor aposentado da UFC. Ex-governador do Ceará.
Fonte: Diário do Nordeste, Ideias. 3/11/2017.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

FRASE DO DIA: o homem bem-sucedido

O homem é bem-sucedido quando o whisky que ele bebe é mais velho que a mulher que ele come.
Fonte: Revista Forbes (atribuído). (Circulando por i-phones sem autoria clara).

 
 

Free Blog Counter
Poker Blog