domingo, 1 de novembro de 2015

NOTA DA UECE SOBRE A INSTALAÇÃO DA ACEMES


Reitor da Uece ocupa cadeira na Academia Cearense de Médicos Escritores
O reitor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), professor Jackson Coelho Sampaio, será o primeiro titular a ocupar a cadeira nº 15, do total de 40, da Academia Cearense de Médicos Escritores (Acemes), que será oficialmente fundada em solenidade que acontecerá às 19h desta quinta-feira, 29, no Salão Nobre Edson Queiroz do Ideal Clube.
Jackson Sampaio escolheu como patrono o médico escritor cearense, Hyder Correia Lima (in memorian), com quem teve a felicidade de conviver e admirar, como enfatizou o novo membro da Acemes.
Na nova Academia, a Uece estará também representada por outros brilhantes médicos e escritores:
Prof. José Alves da Rocha Filho (Cadeira 13, Patrono Quixadá Felício),
Prof. Luiz Gonzaga de Moura Júnior (Cadeira 22, Patrono Argos Vasconcelos) e
Prof. Marcelo Gurgel Carlos da Silva (Cadeira 24, Patrono Eilson Goes).
As presenças confirmadas do Coordenador do Curso de Medicina da UECE, Prof. Moacir Cymrot, do ex-diretor do Instituto Superior de Ciências Biomédicas, Prof. José Henrique Leal Cardoso (acumulando a representação da Academia Cearense de Ciências) e de dois ex-reitores, os Profs. Francisco de Assis Moura Araripe e Manassés Claudino Fonteles (acumulando a representação da Academia Nacional de Medicina) demonstram a importância da participação da Uece na Acemes.
Fonte: Uece/Assessoria de Comunicação, em 29/10/2015.
Ac. Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Membro titular da ACEMES – Cadeira 24

2 comentários:

Hugo Proença Simões disse...

Poema do vestibulando

Caminhando, vivendo, brincando,
Aprendendo, os estudantes estudam,
Vivem, amam, formam-se lendo,
Transformam-se, inundam de saber e se mudam...

A transcendência estudantil é eterna,
Bravos discentes pelejam para sair,
Mas cada professor de compostura terna
Abre as asas do estudante do porvir...

Não há fim nesse caminho, é uma estrada eterna,
Quando pensa-se que sim, vem outra onda
Caudalosa e ensina algo diferente ao aprendiz...

Quantos ais, sofrimento, seu choro não esconda,
Qual um abraço que o verbo diz:
Estudou, cresceu e sofreu na vida, com letras, mais ainda...

Hugo Proença Simões disse...

Oh caminho por onde andar,
Cantos entoam os amantes,
Que ali tem de si a dar,
Qual velhos e tenros estudantes...

Mas o verbo diz para enxergar
Aquilo que se está pensando,
Por uma arte de se comunicar,
Por uma profissão, namorando...

Mas há uma luta, uma peleja,
Onde os que ensinam vão legar
Uma ciência que leitores, herdar...

Que seja uma batalha digna, seja
Um caminho pela luz a guiar,
Pois um caminho um deles, trilhar...

 

Free Blog Counter
Poker Blog